Como funciona o envelhecimento?

Apesar de ser uma consequência de estar vivo, o envelhecimento é temido por muitos. Depois de atingir a idade adulta, o organismo de todos os seres humanos começa a desgastar-se e produzir menos células. Fisiologicamente, o envelhecimento relaciona-se à perda de tecido fibroso, à taxa mais lenta de renovação celular e à redução da rede vascular e glandular. A função de barreira, que mantém a hidratação celular, também é prejudicada com o passar dos anos.

A pele é um dos órgãos que mais sofre com o processo de envelhecimento. Linhas de expressão, diminuição da espessura da pele e ressecamento cutâneo são consequências da passagem dos anos. Porém, tudo depende da genética e do estilo de vida de cada pessoa, mas as funções fisiológicas normais da pele podem diminuir em até 50% até a meia-idade. Excesso de exposição solar, uso de álcool, drogas e cigarro, e poluição ambiental são fatores que contribuem significativamente para o envelhecimento da pele.

Tratamentos para a pele

Devido à preocupação mundial com a aparência, muitas pesquisas estão sendo desenvolvidas para diminuir os efeitos do tempo na pele. É importante frisar que independente dos tratamentos disponíveis, a melhor forma de prevenir o envelhecimento é o uso diário de protetores solares, uma vez que a radiação UV é emitida diariamente e é nociva para a pele.

Além da prevenção, os tratamentos mais procurados são aqueles que apresentam resultados rápidos e custos reduzidos. Esses incluem lasers, luz intensa pulsada, terapia fotodinâmica, preenchimentos à base de ácido hialurônico, toxina botulínica, peeling químico, radiofrequência e procedimentos de dermoabrasão.




Vanessa Gheno © 2018. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

ezgif.com-webp-to-png.png