Dermatologia na terceira idade: ação no Centro de Convivência do Idoso (CCI)


O processo natural de envelhecimento faz com que a pele precise de cuidados mais delicados. A diminuição da capacidade de formação de colágeno e elastina faz com que a pele torne-se pouco resistente a lesões, infecções, exposição solar, e o maior risco de todos - o câncer de pele. Para acompanhar e orientar os idosos de Chapecó sobre doenças de pele, a Dra. Vanessa Gheno visitou o Centro de Convivência do Idoso (CCI) de Chapecó, no dia 22 de dezembro.

A iniciativa surgiu através do dado que pessoas na faixa etária dos 70 anos têm predisposição ao desenvolvimento de câncer de pele, devido à exposição a radiação solar ao longo da vida. O verão, época do ano em que o sol incide com maior frequência, é um período de cuidados redobrados. Também, de acordo com a Dra. Vanessa, a dermatologia é uma carência da saúde pública, devido à escassez de profissionais.

Atualmente, o CCI é mantido pela Prefeitura de Chapecó, por meio da Secretaria de Assistência Social, mas contam com o custeio de voluntários para auxiliar nas atividades. Portanto, a participação dos profissionais da saúde é fundamental. “Todo profissional da saúde deveria tirar um tempo para ajudar, pois quando investimos um tempo para ajudar quem precisa, isso nos retorna em um aprendizado”, afirma Dra. Vanessa.

De acordo com ela, os resultados da visita foram positivos. “Pude observar as diferenças entre os idosos que participaram: eram 15 ou 16 pessoas, cada um com o seu jeito, maneira e doenças. Foi bem gratificante, e acredito que consegui ajudá-los a suprir as necessidades que possuíam na questão dermatológica”, finaliza.


Vanessa Gheno © 2018. Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por

ezgif.com-webp-to-png.png